Consultoria gratuita

Para dar um suporte aos empresários, o Portal F2rh, em parceria com profissionais do mercado, oferece o serviço de Consultoria Gratuita, onde especialistas responderão às dúvidas mais comuns.

Veja se sua dúvida já foi respondida ou faça uma pergunta.





Faça o seu login




Lembrar minha senha

Esqueci minha senha | Cadastre-se

Perguntas »

Nº 512253 Trabalhista
geilda alves da silva - 03/12/2014, 11:28:23
Trabalho tem 8 meses numa casa como acompanhante. Trabalho 24x48 entro s 8 da manha e saio no outro dia as 8 h da manha trabalho um dia e folgo 2 e assim sucessivamente ou seja durmo no trabalho. Ele paga 860 e passagem e mais nada, nem INSS paga. Gostaria de saber se tenho direito a carteira assinada.ele diz que nao temos direito algum e que a jornada nossa de trabalho é como se fosse de diarista Leia mais: http://www.cpt.com.br/novos-direitos-das-empregadas-domesticas/duvidas-sobre-a-nova-lei-para-empregadas-domesticas-emenda-constitucional-pec-662012?utm_source=Comentarios&utm_medium=Email&utm_campaign=EnviodeEmailComentarioNotificacao#ixzz3KqQhfXHj

1 Resposta
Nº 512252 Trabalhista
carlos alberto pereira reis - 29/11/2014, 07:42:56
Bom trabalho para uma empresa de seguranca privada prestando servico de vigigilante patrimonial em uma pedreira da Votorantim..bom dia 18/12/14 vou fazer um ano no posto de serviço, e a empresa não forneceu uniformes,salario sempre mesmo valor fixo,não pagam feriados,fazemos escala 12x36 e hora corrida e não pagam hora de janta e alegam q paga..éo meu curso de vigilante vence esta vencendo e a empresa nem fala a respeito de minha reciclagem....e já pedi pra mandar embora eles disseram se quizer e pra pedir as minhas contas....oq posso fazer... Posso recorrer trabalhando??? Grato pela atenção...

Nenhuma Resposta
Nº 512251 Trabalhista
Flávia - 13/11/2014, 12:29:27
Bom dia, Iniciei um trabalho numa farmácia, como farmacêutica, no dia 1 de abril de 2011. Piso salarial da categoria é R$ 1774,00. O empregador: * até dez de 2012 pagou R$ 500,00, do mês seguinte em diante pagou R$ 800,00, ou seja, nunca pagou o valor integral; * preencheu e carimbou a carteira de trabalho mas não assinou; * Não efetuou o pagamento nos meses dez de 2013, maio, junho e julho de 2011, nem outubro de 2014; * nunca efetuou pagamento de férias nem 13° salário; * Não forneceu o contrato de trabalho; * Foi pedido demissão no mês de outubro deste ano (2014), mas o empregador se recusou a pagar os direitos, dizendo que teria que sair sem receber nada(inclusive o salário deste mês), ao exigir os direitos mandou que entrasse na justiça. Por isso vim procurar sua orientação. Gostaria de saber também se é possível conseguir assistência gratuita pela OAB ou defensoria pública.

Nenhuma Resposta
Nº 512250 Trabalhista
valeria - 28/10/2014, 19:16:36
Olá senhores consultores! Preciso de orientação. Meu ex genro trabalha há 4 anos comigo sem carteira assinada. Fui aumentando o salário dele a pedido da minha filha, até que se divorciaram. Agora esta difícil continuar pagando esse valor. Eu posso reduzir, se for o caso? Ele sofreu acidente no trabalho, Ficou de licença 3 meses, recebendo pelo INSS (pago autonomia dele),e recebendo por mim também. Retornou ao trabalho após o 2° mês de licença. Queria mandá-lo embora, e preciso saber quais os direitos dele que tenho a pagar. Sempre paguei ele todos os direitos; 13°, férias, horas extra, e nunca pedi para Assinar comprovante de pagamentos. Existe algum documento que possa ser feito confirmando que ele recebeu todos esses anos esses direitos? Tenho preocupação, pois ele já não é mais de confiança. Aguardo uma orientação, grata.

Nenhuma Resposta
Nº 512249 Trabalhista
thiago reis - 28/10/2014, 16:29:34
Ganho R$ 820,00 na CTPS, porém na prática ganho R$ 1.200,00.Minha dúvida é posso exigir que minha rescisão seja feita com base no salário maior? e se essa prática é crime por parte da empresa que trabalho?

Nenhuma Resposta
Nº 512248 Trabalhista
fabio alessandro machado gomes - 20/10/2014, 07:40:15
Bom dia.Trabalho em uma empresa já faz 20 anos e durante este período eu já fiz três cursos relacionado a mesma função que eu exerço atualmente,mas a empresa estar exigindo que façamos outro novamente pois a mesma alega que vai pagar as horas extra referente as 20 hs do curso e vale transporte. A questão é: eu desenvolvo outras atividades nas minhas horas vagas para complementar minha renda e como a empresa esta exigindo novamente este curso se,eu me negar eu corro risco de receber uma justa causa? Obrigado

Nenhuma Resposta
Nº 512247 Trabalhista
Renato - 07/10/2014, 22:41:26
Boa noite. Trabalho com meu veículo próprio, do qual utilizo para me deslocar ate meus clientes, uma vez que atuo em campo. Recebo um valor de ajuda de custo mensal, registrada em folha de pagamento referente a utilização desse veículo. Minha pergunta é se por algum infortunio de ordem pessoal eu perco esse veículo(por documentação atrasada por exemplo), quanto tempo eu terei para recuperá-lo ou adquirir outro sem perder o emprego?

Nenhuma Resposta
Nº 512246 Trabalhista
Marcos Valentim de Oliveira - 01/10/2014, 10:53:43
Bom dia! Trabalho no horário diurno e o meu empregador quer mudar a minha jornada para o horário noturno. Eu gostaria de saber se eu estou obrigado a aceitar ou não e caso não aceite posso pedir a rescisão indireta. Agradeço a atenção e bom dia!

Nenhuma Resposta
Nº 512245 Trabalhista
Abdias Silva - 23/09/2014, 12:32:52
Sou professor efetivo com carga a horaria minima. Minha escola tem dois professores contratados em substituição a outros dois professores efetivos que asssumem outros cargos ou estão afastados de sua função. Gostaria de saber em que base posso justificar um aumento de minha carga horaria. Seria necessário dispensar um dos dois contratados para aumentar minha carga horaria?

Nenhuma Resposta
Nº 512244 Trabalhista
José Roberto Pereira Junior - 19/09/2014, 11:55:49
Bom dia! Tenho uma ME que presta serviço de mão de obra mecânica e um dos meus sócios que é mecânico , pediu para sair da sociedade para trabalhar em uma outra empresa.Na ocasião que ele veio trabalhar na minha empresa doei 5% para ele à título de incentivo e ele não pagou nada por isso. Fiz o balanço patrimonial com minha contadora e vou pagar os 5% que ele tem de direito.Antes dele pedir para sair substitui um carro da nossa frota e o carro antigo doei para ele pois precisava de um carro particular porém não havia transferido ainda para o nome dele e vou fazer isso agora junto com o acerto da indenização. Minha pergunta é: De que forma devo fazer um recibo para formalizar a transferência do carro para ele mais a indenização dos 5% da cota que ele tem direito mesmo eu tendo doado? Minha intenção é de me garantir caso futuramente ele venha requerer algum direito que ele entenda que lhe é devido pois além da indenização estrou dando u m carro à mais para ele. Aguardo retorno. Grato, José Roberto.

Nenhuma Resposta
Exibindo consultoria perguntas 1 a 10 de 4587 no total

Acesso






» Recupere sua senha » Cadastre seu currículo » Cadastre-se como empregador
Logomarca Ente Tecnologia O Portal F2rh é um serviço da Ente Tecnologia, empresa do Grupo Fortes de Serviços

O Portal F2rh não se responsabiliza pela veracidade ou existência das informações contidas nos currículos e vagas disponibilizadas,
recaindo esta responsabilidade única e exclusivamente sobre quem inseriu as respectivas informações.

Copyright © 2014 Grupo Fortes. Todos os direitos reservados.

Logomarca Grupo Fortes